LCL

[Semana 1 Reflexão] Escolha um P!


#161

Pares - Difícil escolher um dos P’s, mas acho que a aprendizagem em pares proporciona uma troca muito interessante aos alunos, pois nela cada um irá expor a sua ideia sobre o que está sendo apresentado, e pode facilitar o entendimento aos colegas que estão compartilhando com ele suas experiências.


#162

Eu escolho Projeto! Justifico minha escolha porque em minhas jornadas ao surgirem os projetos logo ele ja nasce conectado a uma paixão, passam a despertarem outras…impulsionam o pensamento e criam parcerias.Amo projetos


#163

Claudia, concordo com você. Sem paixão por aprender e ensinar não se inspira o outro a persistir no enfrentamento de desafios que a aprendizagem coloca a todos nós, educandos e educadores.


#164

Pensar brincando.

Tantas vezes a brincadeira é entendida como falta de disciplina e regras, como a hora da bagunça, de não ter foco. Quando toda a brincadeira tem regras pré-estabelecidas. Quando uma criança explica um jogo novo a outra, o primeiro passo é explicar as regras do jogo. Todo jogo de tabuleiro vem com as instruções…

Enquanto, educadora me intriga a capacidade de conduzir um momento de jogo e brincadeira sem cair no caos e no entendimento de ser um momento sem regras e de desordem. Como conduzir uma brincadeira centrada no aprendizado e que leve ao aprendizado. Como manipular as regras de um jogo de forma construtiva, criativa e produtiva?


#165

Todos os Ps são muito legais. Mas o que eu mais acho desafiador e o que sinto mais necessidade em aula é o “pensar brincando”. Vejo que os outros 3Ps podem sofrer muito se não tiver essa brincadeira. Afinal, quem já não fez um projeto onde os pares e prazos eram tão sufocantes que até faziam a paixão enfraquecer? Tenho refletido que talvez a brincadeira seja realmente a parte fundamental para manter todos os Ps funcionando de forma leve. :slight_smile:


#166

Leo,
os 4 temas sao de extrema importancia para a aprendizagem, nao tenho um favorito…
Quando ensino, trato de fazer com que os alunos trabalhem em função de uma ideia central (project), com amor pelo que fazem (passion), em pares e respeitando as diferenças (peers), e se divertindo em criar uma solução para o problema (play).
Já nao consigo nao trabalhar dessa forma…
Amo muito


#167

Olá a todos!
Escolho Projetos – ideia lançada a ser realizada à frente com o objetivo de mudar uma realidade existente, ou como na filosofia existencial, “um projeto é aquilo para que tende o homem e é constitutivo do eu verdadeiro”.
Mas os 4 Ps são de extrema importância para a aprendizagem.


#168

Acho todos os Ps importantes porque se completam. Harmonizados tem como resultado aprendizagem criativa! O meu maior interesse é por projeto. O termo projeto tem sido utilizado muitas vezes de forma inadequada e banalizada nos meios educacionais, aprofundar o conhecimento sobre os princípios que o definem e norteiam e saber aplicá-los é um dos meus objetivos neste curso.


#169

A paixão te impulsiona e te move a fazer aquilo que gosta. Dentro desta poderá vir o restante.


#170

Estou lendo o excelente “Essencialismo”, de Greg Mc Keown. No livro, ele fala sempre sobre a importância de focar, abrir mão de algo e ir contudo para cima do que realmente faz a diferença. Eu concordo.

Mas quando se refere aos 4P, não consigo me decidir. Creio que eles formam um sistema integrado, impossível de dissociar. Por isso reconheço a importância de todos eles. Se eu participasse de um Grupo de Trabalho e precisasse escolher em qual delas teria que me meter? Hummm… Me sinto pronto para curtir, aproveitar e contribuir com todos.

Abraços,
Arnaldo


#171

Pares e pensar brincando.
Escolhi este “P”, pela importância que temos que dar aos nossos pares, até mesmo de encontrá los, em todas as áreas de nossa vida. Pensar brincando, pode tornar as idéias mais possíveis de tornar -se reais, amplia nossa capacidade de percepção , interação e integração . Pensar brincando pode ressignificar muitas coisas.


#172

Pensar brincando, com certeza! Não aguento nenhuma monotonia das salas de aula, que se limitam a distribuir informação ao invés de construir conhecimento. Pra mim, conhecimento é construído com a mão na massa!


#173

Concordo com os demais colegas, dizer qual dos P’s que eu mais gostei, não é fácil, pq me encantei com a proposta de todos…mas os Projetos, estão mais na minha vivência diária, quer no trabalho ou em família, gosto de traçar metas… alcançar objetivos e qdo não dá muito certo, início tudo novamente… procurando sempre envolver a todos no contexto proposto.


#174

Difícil escolher um apenas…

O primeiro que me vem à cabeça é Paixão. Sempre que estamos envolvidos emocionalmente com algo, o empenho flui melhor. O autor do texto “Engrenagens da minha infância” desenvolve super bem esse raciocínio e eu concordo com ele.

Porém, ao longo dos aprendizados da vida, nem sempre nos identificamos afetivamente com tudo. Isso fica bem claro para mim quando penso nas disciplinas da faculdade. Aí entra um P muito importante: Pares. Quando precisamos “vencer” uma tarefa difícil, para a qual não estamos muito motivados, dividir a jornada com os pares é uma fonte de inspiração pra mim.


#175

Projeto


#176

Projeto por ser o eixo norteador do construtivismo e do construcionismo.:grin:


#177

Hummm Projetos, Paixão, Pares e Pensar brincando? O que me interessa mais?:thinking:

Do latim projectu, significa “lançar para a frente”. Projeto é um planejamento que se faz com a intenção de realizar ou desenvolver alguma coisa. Ao planejar desenvolvo uma compreensão do que estou fazendo. Para desenvolver um bom projeto na escola, precisamos ter interesse (Paixão). Por outro lado, a aprendizagem é um processo social e, portanto, precisamos da colaboração, de trocas, do compartilhamento (Pares). Uma experiências de aprendizagem divertidas nos incentiva a sermos criativos, a assumir riscos e testar coisas novas (Pensar brincando).

Abraços,
Faustina


#178

Olá colegas.
Escolho o “P” da Paixão, pois acredito que tudo que fazemos com paixão obtêm melhores resultados. Neste sentido, quando a educação se dá com o “P” da Paixão, é bem provável que os outros “Ps” também acabem sendo inseridos, na tentativa de estimular uma construção da aprendizagem ao mesmo tempo de maneira lúdica e eficiente. Acredito que a educação deve ser ao mesmo tempo construção de conhecimentos, valores e consciência crítica, desde a educação infantil.

Abraços, KERULEN RUVIARO. Brasil, RS


#179

Difícil escolher um só “P”, mas fico com “Projetos”.

Acredito que por meio deles podemos colocar em prática os outros três “Ps”. Ao desenvolver um projeto, enfrentamos desafios e trabalhamos — com paixão e diversão e em parceria — para atingir um objetivo.


#180

Pensar brincando…
Quando passei a estudar e trabalhar com o Scratch com meus alunos, percebi que tanto eles como eu, brincávamos enquanto criávamos os códigos. No curso que ministrei, eram dois alunos por computador e isso eu achava muito interessante, pois eles trocavam ideais e corrigiam um ao outro… e também me corrigiam!